18/01/2018

RESENHA | Via Matrea - Lua de Sangue - P. F Diaz

Título: Via Matrea - Lua de Sangue
Autor(a): P.F Diaz
Editora: AZO
Páginas: 170
Gênero: Ficção Científica
Ano: 2017
Nota: 4/5
Livro cedido pelo autor

Sinopse: Zahra está destruída por dentro desde que seu noivo, Adeel, foi morto, há 20 anos, na primeira e única invasão alienígena já vista em uma colônia de Sion, seu planeta natal. Arrasta seus dias entre lamúrias e lembranças dolorosas, enquanto tenta ser uma boa capitã para a Enir-7, uma das mais velhas naves de transporte da Força Aérea Siônica. Está há 1 dia de deixar a corporação quando é designada a atender um último chamado de socorro em uma misteriosa lua vermelha nos confins do sistema solar. Haveria mesmo um sobrevivente em Luctéria? Envolva-se nessa trama de mistério, viagem estelar, ciência e amores impossíveis. A lua de sangue pode guardar grandes segredos... é só procurar no lugar certo.

17/01/2018

Resenha Dupla: Os pés de Carolina | Cecita

Titulo: Os pés de Carolina (Conto)
Autor: Diego Guerra.

Skoob: 5/5

Disponível na Amazon (Acesse Aqui).


Esse conto é composto de cartas enviadas de Carolina para a dança. 

A jovem Carolina de 18 anos, é uma exímia dançarina de ballet, sendo este o seu principal sonho. Mas fatos inesperados de sua vida faz com que ela tome a decisão de abandonar o seu prazer em dançar, para atender as necessidades de sua família.

Embora sua decisão tenha sido difícil, ela proporcionou que novas oportunidades surgissem e fosse o começo da realização de seus sonhos.


Conto curto com leitura rápida e fluída, linguagem simples mas bem escrito. É importante para uma reflexão entre sonho e realidade e a luta para atingir seus objetivos.
Título: Cecita (Conto)
Autor: Diego Guerra

Skoob: 5/5.

Disponível na Amazon (Acesse Aqui)


Neste conto, a personagem Cecita conta um pouco da sua vida em memórias póstumas. Aos 18 anos, em meados de 1940, estava noiva de Marcos, um soldado que acabou sendo convocado para a guerra, com a promessa de que voltaria e mandaria cartas.

Com o passar do tempo, a angústia da distância aumentava, o que levou a uma aproximação da família do noivo e em especial com o irmão Caio. Toda a semelhança de irmãos deixa Cecita dividida, e a partir desse ponto a personalidade da personagem começa a se modificar, até que ela vem a agir pela Insanidade ao fim do conto. 

“Armada lancei voo até a sua jugular enterrando a lâmina à dentro. Seus olhos se reviraram enquanto seu corpo me regava de sangue.”

Além de Cecita, é notável a presença de um segundo narrador que narra as ações da personagem em alguns pontos do texto. O conto foi muito bem construído, apresenta excelente escrita com linguagem bem elaborada. Logo no começo do conto, o leitor consegue perceber a ligação direta da capa com a narrativa. 

16/01/2018

Resenha: Gilda não Morreu - Caroline Demantova

Título: Gilda não Morreu.
Autora: Caroline Demantova.
Editora: Novo Século.
Gênero: Mistério/Policial.
Páginas: 654.

Skoob: 5/5 + Favorito.

Dora de Barros, advogada e herdeira de uma família rica, embora não seja detetive, gosta de investigar crimes, principalmente após os fatos ocorridos na chácara de sua família em Marumbi, e também envolvendo seu amigo e ator José Mauro Mendes, o qual se encontra desaparecido desde então.

Em uma noite, quando seguia para uma audiência, Dora encontra um homem baleado no acostamento da estrada. O mesmo profere a estranha e misteriosa frase “Gilda não Morreu” e entrega o endereço da famosa Fazenda dos Malvezzi em Monte Verde. Enquanto Dora corre por ajuda, o enigmático homem desaparece.

Nesse mesmo período, Dora vem a descobrir, que coincidentemente José Mauro está hospedado nesta mesma fazenda. Querendo descobrir quem é Gilda, saber mais sobre o homem baleado e também reencontrar seu amigo que até mesmo salvou sua vida em Marumbi, Dora larga tudo e segue para Monte Verde.

A Fazenda dos Malvezzi é palco de excêntricos assassinatos, desaparecimentos e crimes de diversas natureza. Um clima de tensão e medo paira naquele ambiente, onde qualquer um pode ser a próxima vítima, e que a polícia nada consegue desvendar. Dora terá sucesso em solucionar algum crime ou também será uma vítima?


Um livro longo, mas ao mesmo tempo uma leitura rápida e empolgante, devido aos capítulos curtos e ao enredo bem escrito que proporciona fluidez ao trazer novos acontecimentos para o leitor a cada página. Em nenhum momento a leitura se tornou cansativa, pelo contrário, quanto mais você avança, mais o livro te prende. Caroline também tem uma ótima escrita e trabalha com maestria os fatos e o tema. Sem dúvida é um livro que entrou para a lista dos favoritos.

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo